quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Leucemia

Ontem o filho de uma amiga Faleceu devido a Leucemia, estou inconsolável com a sua morte, ele tinha uma vontade enorme de viver, sempre tinha um sorriso estampado no rosto, vai nos deixar muita saudade.
Foram várias campanhas para achar um doador de medula óssea, mais infeslimente não deu.
Então resolvi postar sobre o assunto.
O que é Leucemia
Leucemias são doenças malignas que acometem os leucócitos, os glóbulos brancos do sangue presentes nos gânglios linfáticos e na corrente sanguínea.
Assim como os glóbulos vermelhos (cuja função é transportar oxigênio para órgãos e tecidos) e as plaquetas (células responsáveis pela coagulação), os leucócitos são fabricados dentro da medula óssea a partir de uma célula-tronco e são responsáveis por grande parte do nosso sistema imunológico.
Nas leucemias, além de perder a função de defesa do organismo, os glóbulos brancos doentes produzidos descontroladamente reduzem o espaço na medula óssea para a fabricação das outras células que compõem o sangue e elas caem na corrente sanguínea antes de estarem preparadas para exercer suas funções.
Tipos
Não se conhece a causa da maioria das leucemias, que podem ser classificadas de acordo com a evolução e o tipo de defeito dos glóbulos brancos:
Quanto à evolução:
a) Leucemia aguda – quando as células malignas se encontram numa fase muito imatura e se multiplicam rapidamente, causando uma enfermidade agressiva;
b) Leucemia crônica – quando a transformação maligna ocorre em
células-tronco mais maduras. Nesse caso, a doença costuma evoluir
mais lentamente, com complicações que podem levar meses ou anos para ocorrer.
Quanto aos glóbulos brancos afetados:
a) Leucemia linfoide, linfocítica ou linfoblástica – afeta as células linfoides; é mais frequente em crianças;
b) Leucemia mieloide ou mieloblástica – afeta as células mieloides; é mais comum em adultos.
Sintomas
Os primeiros sinais geralmente aparecem quando a medula óssea deixa de produzir células sanguíneas normais.
Anemia, fraqueza, cansaço, sangramentos nasais e nas gengivas, manchas roxas e vermelhas na pele, gânglios inchados, febre, sudorese noturna, infecções, dores nos ossos e nas articulações são sintomas característicos das leucemias agudas.
As leucemias crônicas de evolução lenta podem ser completamente assintomáticas.
Diagnóstico
O hemograma é o exame indicado para avaliar as condições em que se encontram as várias séries do sangue.
Havendo alterações indicativas da doença, o mielograma permite a análise direta do local afetado para identificar o tipo de célula anormal que impede a fabricação dos outros elementos do sangue. A biópsia da medula óssea é o exame definitivo para a confirmação do diagnóstico.
As leucemias crônicas, às vezes, são diagnosticadas num exame de sangue de rotina.
Tratamento
O tratamento édividido em duas etapas. A primeira é chamada de indução da remissão. O objetivo é eliminar as células doentes, denominadas blastos, que são muito sensíveis à quimioterapia. Na segunda fase, são introduzidas as estratégias de consolidação para combater possíveis focos residuais da doença.
Pacientes que não respondem satisfatoriamente a esse esquema terapêutico podem beneficiar-se com o recurso do transplante de medula óssea.
Recomendações
* Leucemias é o nome dado a um agrupamento de doenças diferentes entre si, que podem acometer adultos e crianças e exigem tratamentos complexos. Felizmente, muitos casos da moléstia podem ser curados e, mesmo que não sejam, a sobrevida dos pacientes pode ser aumentada com qualidade em muitos anos, com os recursos terapêuticos à disposição;
* O corpo costuma dar sinais de que algo não vai bem. Se notar algum sintoma diferente, procure assistência médica.
O Davi faleceu devido não ter encontrado doador de medula
Informações sobre a Doação de Medula Óssea
- Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, e se recompõe em apenas 15 dias.
- Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
- Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
- Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
- Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor. A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de UMA EM CEM MIL!
- Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
- Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.
- A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo.
- É muito importante que sejam mantidos atualizados os dados cadastrais para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato. O formulário online está passando por atualização e em breve voltará a ser disponibilizado.
Como é feita a doaçãoSerá retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais.
Seu sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), que é um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que podem influenciar no transplante. Seu tipo de HLA será incluído no cadastro.

Caso você queira fazer o cadastro basta procurar um Hemocentro de sua cidade, se não souber o endereço pode pesquisar Aqui.

NÃO CUSTA NADA E VOCÊ PODE SALVAR MUITAS VIDAS!!!!




fontes:

http://drauziovarella.com.br/crianca-2/leucemia/
http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=64


3 comentários:

Andrea disse...

Sinto muito sua perda..... infelizmente, isso acontece mais que a gente imagina. Recentemente perdemos nossa vizinha, pelo msm motivo, mãe de 2 amiguinhas da Lara. Postei no meu blog. Fiz blogagem coletiva.... Força, amiga. E ajude sua amiga! BeijoBeijo. Andrea e Lara. coisas-da-lara.blogspot.com.br

Vivi * Isaac disse...

Ai que triste. Que Deus conforte vc e a família do anjinho, só Deus pode ajudar... E de muita força para sua amiga, com certeza ela irá precisar. Bjs
Vivi e Isaac

Tatiane Rosa Domingues disse...

Adelaine, sinto muito pela sua amiga. Espero que o tempo possa ajudar a melhorar a dor que vocês estão sentindo. No meu blog, tenho um link de campanha de doação de medula óssea, posso anexar este seu post lá? beijo, me avisa por email por favor, amigosdefraldas@terra.com.br e o link http://amigosdefraldas.blogspot.com.br/2012/10/esta-semana-contei-sobre-possibilidade.html

Postar um comentário