domingo, 18 de novembro de 2012

A difícil arte de criar um filho com vários palpites

Um dia destes fui na casa da tia do meu marido e lá o Pedro queria dormi dei a ele seu bú( a chupeta) e quando a tia viu foi logo disparando: _ Ah vc deu bico para ele? respondi na maior naturalidade SIM, mais ela me perguntou em tom meio irônico  deste que Pedro nasceu ela dizia para não dar bico para ele, então a disse que daria sim e pronto, e toda hora me enchia com esta história, ai depois que lhe respondi somente o SIM ela se calou ai comecei a ninar o Pedro balançando devagarinho  ai vem a Tia do Meu marido novamente com suas ironias: a não vc fica balançando ele? e novamente respondi que é automático e quando percebo já estou fazendo.
Isto me fez fazer este post, quando se tem um filho, todo mundo quer dar palpites na criação do bebê, não pode isto, faz isto, isto é certo e sinceramente detesto isto.
Bom não tenho experiencia como Mãe, pois marinheira de primeira viagem e tudo que está acontecendo se torna um aprendizado.
Dei chupeta sim, balanço ele para dormir sim, sou mãe coruja sim e amo meu filho sim.
Acredito que envolver -lo no meu colo e ninar toda vez que for dormir é uma forma de carinho e afeto, mais também sei meus limites e não quero ele cresça  manhoso, só acontecerá coisas se eu fizer.
Horas!!!!! ele gosta de dormir assim e não me custa nada nada.
Sei que se eu colocar ele no berço/ cama para dormir sozinho, não irá acontecer a menos que esteja com muito sono e cansado.
Acredito também que estou criando meu filho na base do amor e  carinho(este é o papel de uma mãe) e sem exageros, quando as pessoas ficam me falando que fazer , simplesmente entra no ouvido e sai do outro.
Se Isto não é ser mãe, então o que seria? deve ser deixar o menino berrando no berço até dormi, não dar ele nada para se distrai ou acalmar como a chupeta.
è difícil viu, acho que as pessoas pensam que como é mãe de primeira não sabe nada, kkkkk infezlimente estão enganadas quando se pensa assim, ser mãe é um dom, quando o bebê nasce cria na gente algo especial, poderes que nunca tínhamos e sabedoria, ai bem que moro longe de mãe e sogra, pois não iria aguentar tanto bla bla bla.
Minha mãe teve 5 filhos e sei olhar o meu filho melhor que ela, não precisou ninguém cuidar do umbigo e dar banho nele, fiz tudo sozinha, e graças a Deus ele está crescendo cada dia mais forte e lindo.

5 comentários:

Tatiane Rosa Domingues disse...

Adelaine,

é dificil mesmo, todo mundo gosta de dar palpite, ja comentei isso no meu blog também. Mas que bom que voce esta criando seu filho da forma que voce acha melhor, com muito carinho e com muito amor.

Re Makiyama disse...

Tb pratico essa arte, aqui moro com meus Pais, triste viu rsrs
Estou te seguindo, se der passa lá no meu blog.
beijos

www.viniciusmamaequedisse.blogspot.com.br

Andrea disse...

Aiai..... isso é igual pra todos..... ufa, sou normal. GEnte, palpite é que não falta. Socorro! BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

Mi Gobbato disse...

Amiga é assim com todas né, as pessoas só mudam de endereço, pois sempre dão palpites na criação dos filhos dos outros, não sei como essas pessoas não conseguiram ainda enxergar que cada um tem seu jeito, seus costumes, nem sempre o que é bom ou foi pra um vai ser para o outro né!!!
Dei chupeta tbm pro Gui assim que voltamos do hospital pra ele dormir é comigo deitada com ele, ficou dormindo comigo na cama até quase 1 ano, nem por isso deixo de ser melhor e nem pior das mães que não fizeram assim ...

beijos Mi Gobbato
http://espacodasmamaes.blogspot.com/

Chris Ferreira disse...

Oi Adelaine, é assim mesmo. Encontramos muita gente para dar palpite e o pior é qeu são todos contrários. Muitos poucos para incentivar, dar ajuda e apoio. Mas a gente vai aprendendo a lidar com isso, né?
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Postar um comentário